A criança em ruínas – José Luís Peixoto

É engraçado o que algumas leituras causam na gente. Umas nos fazem rir, outras nos fazem chorar, e outras, como no caso de A criança em ruínas, nos fazem dançar.

Mesmo com temas tão delicados quanto a perda, a morte e a desilusão, me vi dançando coreografias de dança contemporânea na minha mente durante as 74 páginas preenchidas com poemas. As palavras de José Luís Peixoto têm uma musicalidade que talvez não seja ouvida nitidamente pelos ouvidos, mas que o cérebro sente. O cérebro dança. O corpo dança mesmo sem se mover. É tristeza, é luto, é saudade, é libertação. A parte mais curiosa disso tudo é que eu não danço desde o início da minha adolescência, mas ainda sinto como se a dança estivesse diretamente ligada a sentimentos profundos que só podem ser expressos pelo corpo. O corpo de José Luís Peixoto está neste livro, é a minha conclusão.

É um belíssimo juntar de palavras – poucas, objetivas, sentidas. Uma vida inteira se cria em nossa mente com apenas algumas estrofes.

Alguns poemas cativam mais que outros, claro, mas é uma obra completa sobre sentimentos ao longo da vida, ainda que não apresentados de forma linear.

Um primeiro contato com o autor que vai ficar conversando – dançando – comigo por um bom tempo. Quiçá para o resto da vida.


José Luís Peixoto é um escritor português publicado no Brasil pela Dublinense. O livro pode ser adquirido diretamente no site da editora ou clicando aqui.

2 comentários

  1. Que resenha linda e cheia de sentimento, Nane! ❤ Se esse livro já não estivesse nos meus desejados, iria pra lá agora mesmo. Esse é um autor que quero muito conhecer, e essa obra parece ser o início ideal. Achava que eu era a única que sentia que a musicalidade em uma poesia dava vontade de dançar, mas sempre tem alguém tão estranho quanto pra te acompanhar hahaha Suas impressões sobre essa leitura me deixaram ainda mais curiosa para fazê-la, espero que consiga em breve 🙂

    Curtir

    1. Aaaaa que linda! ♥️ Eu acho que é uma boa maneira de começar, sim, mesmo porque é bem curtinho e rápido. Não estou tão acostumada à poesia e adorei! Espero que consiga em breve mesmo 😍

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s