Mulheres e ficção – Virginia Woolf

Mulheres e ficção é uma coletânea de 9 ensaios de Virginia Woolf que falam sobre o que o título sugere: mulheres e a ficção, sejam elas leitoras, escritoras ou a mulher representada na ficção.

Woolf discorre de maneira que, de certa forma, conversa com os ensaios de “Profissões para mulheres e outros artigos feministas”, demonstrando por A + B como as únicas diferenças entre as mulheres e os homens são as oportunidades que estes tiveram e aquelas não, sendo os ensaios “Mulheres e ficção” e “Pensamentos de paz durante um ataque aéreo” os que mais expressam esse sentimento. Neste último, inclusive, podemos ver como nos anos 1940 Virginia já pensava sobre assuntos que, infelizmente, ainda são atuais, como o de a sociedade achar que o homem “tem de ser forte”, que não pode chorar e muito menos ter sentimentos, que isso era algo exclusivamente feminino. Daí, a necessidade de armas, guerras e autoritarismo.

Os outros ensaios do livro já são mais mornos, menos explícitos no assunto homem x mulher.

Em “Como se deve ler um livro?”, temos uma forte crítica aos críticos do movimento modernista na literatura, e que acaba sendo um texto bem atual também no que diz respeito àqueles que acreditam que clássicos são as únicas leituras válidas e possíveis para que uma pessoa possa ser considerada leitora.

Woolf também fala sobre os trabalhos de mulheres romancistas, como Jane Austen e Charlote Brontë, em resenhas de biografias ou baseada em resenhas escritas por ela mesma sobre tais autoras e suas obras. As resenhas de Woolf tem um quê de peculiar, um toque só dela, que dá vida às obras e às autoras mesmo se não as conhecemos. Por outro lado, talvez perdamos muitas dessas informações que ela tenta nos passar se desconhecemos as obras ou escritoras das quais ela fala.

Um livro essencial para quem quer conhecer mais a fundo a obra de Woolf e a forma de sua escrita, principalmente antes de adentrar no mundo de seus romances e contos.

————–

A publicação é do selo Penguin da editora Companhia das Letras e a tradução é de Leonardo Fróes. Caso tenha interesse em adquiri-lo, ele pode ser encontrado aqui.

—————

Livro lido para o projeto Virginiando, organizado por mim no Instagram. Se alguém ainda não estiver participando e desejar participar, as informações estão aqui.

2 comentários

  1. Gostei muito de saber suas impressões sobre essa obra, Nane! ❤ Conhecia tão pouco sobre esse livro que, antes de ver seus vídeos sobre o projeto, achava que o conteúdo era igual o de "Um teto todo seu", mas só pelo título de alguns dos ensaios dá pra perceber que são obras diferentes. Como li Um teto no final do ano passado, pretendo ler Mulheres e ficção futuramente, pois alguns dos temas tratados são um pouco semelhantes. Obrigada pela dica 😉

    Curtir

    1. Leia sim! Como ela se baseou neles para escrever Um teto todo seu, eu acho que você vai encontrar muitas semelhanças, mas eles são diferentes mesmo. Depois me conte o que achou ♥️

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s