O Globo de Ouro de Gillian Anderson e o que isso tem a ver comigo

Fotos respectivamente do GettyImages e da NBC (mas também poderia ter sido uma foto da minha TV)

Eu comecei este post querendo ser profunda, mas a escrita não estava fluindo. Isso, para mim, é sinal de que estou escrevendo errado, sem coração. O que eu queria falar mesmo era de como meu coração se encheu de ver Gillian Anderson ganhar o segundo Globo de Ouro de sua carreira, de como eu a admiro cada dia mais, e de como Marina, Ana e eu achamos que o Oscar vem para ela antes dos 60. Mas, sabe, as pessoas acham esse tipo de post fútil. Alguns, inclusive, postam nas redes sociais frases do tipo “Apoie seus amigos como você apoia suas celebridades preferidas que não estão nem aí para você”.

Olha, isso é bem verdade. A Gillian não está nem aí para mim. Ela viu a minha cara algumas vezes e até se lembrou de mim por um fim de semana inteiro, mas foi tudo o que consegui de memória dela. E está de bom tamanho para mim. 

O que importa mesmo é o sentimento que ela causa em mim, a inspiração que ela irradia e me faz querer mais, ser mais. E é essa troca, mesmo que ela não saiba que está trocando algo comigo, que me impulsiona também a ver o mundo de outra forma. Somos apenas parecidas no quesito de não gostarmos muito de pessoas (de vez em quando?), ou talvez nas caretas que fazemos quando nos sentimos confortáveis com alguém. Mas Gillian é tão parte de mim quanto são meus (poucos) amigos. Eu posso não ser parte dela, mas ela é parte de mim. Então, por que não falar dela quando ela atinge um novo ápice de sucesso? Por que não exaltar o sucesso de quem me faz bem? E ela me faz tão bem que, ao assistir o Globo de Ouro só para vê-la, acabei entrando num buraco fundo de reflexão sobre a vida, sobre minha trajetória até aqui. 

Enquanto assistia à premiação, tive algumas surpresas. A surpresa mais marcante poderia ter sido Laura Pausini ganhando o prêmio de melhor canção original e eu nem saber que ela havia sido indicada. Poderia ter sido também Josh O’Connor ganhando o prêmio de melhor ator por seu papel como príncipe Charles em The Crown, mesmo não sendo favorito. Mas não. A surpresa maior foi ver Hugh Grant cheio de rugas e de cabelos brancos. Foi ver Sean Penn e precisar analisar bem para ter certeza de que era ele mesmo. Foi ver Al Pacino quase irreconhecível. Porque, mesmo não sendo fã deles como sou de Gillian, os filmes deles me acompanharam pela vida também. Ver a juventude se transformando em velhice foi algo chocante porque me lembrou da minha própria finitude, do meu próprio envelhecimento. Não sou mais a criança que assistia Arquivo X com a mãe nas noites de sextas-feiras. Eu cresci e agora sou mulher, tenho que encarar com muita fé.

Fiquei nostálgica por tempos que gostaria que voltassem, mas, principalmente, fiquei ansiosa pelo futuro. Geralmente, a ansiedade me mata; desta vez, ela está me fazendo ver as coisas por outro ângulo. Porque, da mesma forma que atores e atrizes envelheceram e já nem ouço mais falar tanto deles, outros atores e atrizes estão envelhecendo cada vez mais fortes, com voos cada vez mais altos, com a frase clichê estampada no inconsciente: o melhor ainda está por vir.

E foi isso que Gillian Anderson ganhando seu segundo Globo de Ouro aos 52 anos fez por mim: me fez enxergar que, apesar de estar envelhecendo, não sou tão velha que meu auge tenha ficado para trás. 

Parabéns, Gillian. Obrigada, Gillian.

2 comentários

  1. Não tenho nenhum ídolo assim, mas acho lindo esse amor que vc tem pela Guillian. Eu já assisti a alguns trabalhos dela e gosto muito. Depois que comecei a te acompanhar, toda vez que vejo a Gullian me lembro de vc. Ah, também fiquei bem surpresa com a aparência do Hugh Grant. 🙂 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    1. Aaaaaaa eu fico tão feliz de ser lembrada por ela haha! Ela incrível demais ♥️. E não é, menina? Eu levei até um susto quando eu vi. Fiquei chocada real porque nunca mais tinha visto haha

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s