Fugi da trilogia. Ela me encontrou. Formamos um bom par.

Livros que não são únicos me dão preguiça por vários motivos, o principal deles é: provavelmente vou ter esquecido a história do anterior quando finalmente ler o próximo. Assim, quando me surpreendi com A bússola de ouro, primeiro livro da trilogia Fronteiras do Universo, logo adicionei sua continuação – A faca sutil – à lista,Continuar lendo “Fugi da trilogia. Ela me encontrou. Formamos um bom par.”

As boas mulheres da China – Xinran

Na quarta capa de As boas mulheres da China, encontramos o seguinte: “O olhar objetivo de Xinran dá aos temas um tratamento firme e delicado…”. Fosse uma palavra desta frase diferente, eu concordaria. Porque As boas mulheres da China não é nada senão um livro totalmente subjetivo. E não, isso não quer dizer que éContinuar lendo “As boas mulheres da China – Xinran”

A vida invisível de Eurícide Gusmão – Martha Batalha

A mágica de algumas histórias acontece quando pensamos que ela é uma coisa e, no fim, é outra. A vida invisível de Eurícide Gusmão, para mim, foi assim. O livro apresenta Eurícide Gusmão – mãe, esposa, dona de casa. Só que a vida de Eurícide não é bem como que ela gostaria que fosse; nãoContinuar lendo “A vida invisível de Eurícide Gusmão – Martha Batalha”

A bússola de ouro – Philip Pullman

Ver a Aurora Boreal é um daqueles sonhos antigos, tão fixos na mente que às vezes parece que só em fantasia seria capaz de realizá-lo. De certa forma, a fantasia de A bússola de ouro trouxe as auroras boreais para um pouco mais perto de mim enquanto não posso vê-las pessoalmente. No livro, conhecemos Lyra,Continuar lendo “A bússola de ouro – Philip Pullman”